Nevasca rara cobre Jerusalém

'Em meus 54 anos, não me lembro de uma visão assim', diz prefeito da cidade

O Estado de S. Paulo,

13 de dezembro de 2013 | 09h09

Neve cobriu o Domo da Rocha e a mesquita de Al-Aqsa. Foto: Dusan Vranic/AP 

 

JERUSALÉM - Uma nevasca de rara intensidade cobriu de branco Jerusalém e parte da Cisjordânia ocupada, nesta sexta-feira, congestionando a cidade e deixando centenas de veículos presos em vias intransitáveis.

As autoridades israelenses disseram que 50 centímetros de neve caíram desde quinta-feira, e a meteorologia prevê que a neve deverá continuar se acumulando ao longo do dia.

"Em meus 54 anos, não me lembro de uma visão assim, tanta quantidade eu não consigo lembrar", disse Nir Barkat, prefeito de Jerusalém.

A população foi orientada a não sair de casa, mas a reunião do secretário de Estado dos EUA, John Kerry, com o primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, em Jerusalém, está mantida na sexta-feira.

A Rádio Israel disse que todas as rodovias que dão acesso à cidade estão interditadas, e que 500 pessoas retiradas de veículos presos na neve estão abrigadas em um centro de convenções. A queda de árvores deixou milhares de pessoas sem luz, segundo a rádio.  / REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
IsraelJerusalémnevasca

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.