Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Nove policiais morrem em ataque militante no Iraque

Nove soldados curdos foram mortos em umataque realizado por supostos militantes da Al Qaeda em umposto do Exército iraquiano na província de Diyala nestaquinta-feira, informou a polícia. A polícia havia informado inicialmente que as vítimas erampoliciais, mas relatou depois que se tratavam de tropas curdas. Um porta-voz das forças curdas Peshmerga, que atuam naregião autônoma do Curdistão, havia informado que oito de seussoldados e três homens armados haviam morrido em um confrontoem Diyala, uma das mais perigosas províncias do Iraque. Ao que parece, ambos os relatos referem-se ao mesmoincidente, embora a polícia iraquiana e o porta-voz daPeshmerga, o major-general Jabbar Yawar, tenham dadolocalizações diferentes para o ataque. Yawar disse que o confronto aconteceu perto da cidade deKhanaqin, a 140 quilômetros ao nordeste de Bagdá, próximo àfronteira com a região do Curdistão. A polícia iraquiana informou que o incidente ocorreu aooeste de Khanaqin, nos arredores de outra cidade chamada QarahTappah. O exército Peshmerga, que tem lutado ao lado das forçasiraquianas e norte-americanas, foram atacados por homensarmados com armas de mão e lançadores de granadas, disse Yawar.Segundo ele, cinco soldados do grupo ficaram feridos e a lutacontinuou durante a tarde. Insurgentes da Al Qaeda e outros islâmicos sunitasdirigiram-se para Diyala e outras áreas ao norte da capitalapós terem sido expulsos da província ocidental de Anbar eoutras áreas perto da capital durante uma forte investida deforças de segurança neste ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.