Número de ataques em Bagdá caiu 80%, dizem militares

Os ataques realizados por milícias einsurgentes na cidade de Bagdá diminuíram 80 por cento desde ofinal de 2006, e muros de concreto que isolam algumas regiõesda capital iraquiana podem ser derrubados em breve, afirmou umaautoridade do Exército do país neste sábado. O tenente-general Abboud Qanbar disse que o sucesso demedidas de repressão batizadas como "Operação Impondo a Lei"foram efetivas no controle da violência das disputas entre amaioria xiita e a minora sunita que dominava o país durante ogoverno de Saddam Hussein. "Numa época em que não se ouvia outra coisa que nãoexplosões, disparos de tiros e os gritos de mães e pais efilhos, e quando eram vistos corpos queimados e desmembrados, apopulação de Bagdá esperava pela Operação Impondo a Lei",afirmou Qanbar a repórteres. Qanbar citou o número de corpos encontrados nas ruas dacapital iraquiana como um indicador do sucesso da operação.Nas seis últimas semanas de 2006, foram abandonados 43cadáveres na cidade por dia, em meio a confrontos entre grupossectários que acenavam com a possibilidade do início de umaguerra civil. Em 2008, o número caiu para 4 por dia até 12 de fevereiro,segundo Qanbar, que coordenou o plano lançado peloprimeiro-ministro iraquiano, Nuri al-Maliki. "Diversas atividades inimigas" também sofreram uma queda de75 a 80 por cento desde a implantação da operação, acrescentouo tenente-general. A construção de muros de concreto de aproximadamente 3,5metros de altura em alguns bairros da cidade foi essencial parao sucesso do plano. As paredes foram projetadas com o objetivo de impedir autilização de carros-bomba, que transformaram mercados e áreaspúblicas abertas em campos de extermínio. No entanto, ao mesmotempo em que proporcionaram segurança, também isolaramcomunidades inteiras, transformando-as em grandes prisões,segundo moradores. Qanbar avaliou que os muros podem ser derrubados "nospróximos meses" e previu que as condições melhores em Bagdárefletiriam em mais segurança em outras regiões. "CORAÇÃO SAUDÁVEL" "A continuidade da segurança em Bagdá elevará diretamente asegurança nas províncias, particularmente naquelas ao redor deBagdá. Se o coração for saudável, o corpo também será",concluiu. Os Estados Unidos dizem que houve um recuo de 60 por centona quantidade de ataques no Iraque desde junho, em razão deações de repressão, de uma tropa extra de 30 mil soldadosnorte-americanos e de um cessar-fogo ordenado pelo clérigoxiita e líder de milícia Moqtada al-Sadr. Também foi essencial para a queda na violência no país adecisão de líderes tribais sunitas de se voltarem contra a AlQaeda no fim de 2006 e de formar unidades de segurança locais.Elas são responsáveis pela vigilância e oferecem informaçõessobre esconderijos de militantes. (Reportagem adicional de Michael Holden e Mohammed Abbas)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.