Obama diz que irá atuar sem demora pela paz no Oriente Médio

Durante a campanha, presidente eleito dos EUA disse que Bush e Clinton demoraram para atuar na região

REUTERS

11 de janeiro de 2009 | 10h58

O presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, vai buscar a paz no Oriente Médio assim que assumir o cargo, e o conflito em Gaza só ressaltou sua determinação de se envolver logo, disse o futuro mandatário em comentários transmitidos neste domingo, 11. Durante a campanha presidencial, Obama disse que o presidente George W. Bush e seu antecessor Bill Clinton esperaram demais para trabalhar com afinco para mediar a paz entre israelenses e palestinos.   Veja também: Embaixador brasileiro no Egito fala da negociação entre Hamas e Egito  Correspondente do 'Estado' fala sobre o conflito  Especial traz mapa com principais alvos em Gaza  Linha do tempo multimídia dos ataques em Gaza  Bastidores da cobertura do 'Estado' em Israel  Conheça a história do conflito entre Israel e palestinos  Veja imagens de Gaza após os ataques    No programa da rede ABC This Week with George Stephanopoulos, Obama disse ser importante iniciar logo esse trabalho.  "A razão de ser tão importante para os EUA se envolverem imediatamente, sem esperar pelo final do mandato, é que a política necessária para isto exige um terceiro participante em quem todos confiem e que deseje um desfecho justo", disse ele. Obama, que assume no lugar de Bush no dia 20 de janeiro, recusou-se a se estender em comentários sobre a violência em Gaza, onde mais de 800 palestinos foram mortos na ofensiva israelense de 16 dias para suprimir o lançamento de foguetes do Hamas contra seus cidadãos. Treze israelenses foram mortos até agora. Obama disse que as mortes de civis dos dois lados são "de partir o coração". "E obviamente o que isso faz é aumentar a minha determinação de romper um impasse que já dura décadas", disse ele.

Tudo o que sabemos sobre:
ORMEDEUAOBAMA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.