Oito pessoas seqüestradas no Paquistão são encontradas mortas

Vítimas foram levadas por seqüestradores quatro dias antes; corpos apresentam sinais de tortura

Efe,

23 de junho de 2008 | 06h36

Pelo menos oito membros de uma tribo que tinham sido seqüestrados por um grupo de homens armados foram encontrados mortos nesta segunda-feira, 23, no conflituoso noroeste paquistanês, informou uma fonte oficial. As vítimas, que pertenciam à tribo Tori do distrito tribal de Kurram, na fronteira com o Afeganistão, foram seqüestrados quatro dias antes, segundo a fonte, citada pela rede de televisão Geo TV. Um líder tribal explicou à rede que foram achados oito cadáveres com sinais de tortura em uma região de Kurram e três mais em outro ponto diferente da mesma demarcação, por isso que o número total de mortos poderia ser 11, embora por enquanto não haja confirmação oficial. As vítimas iam para a capital do distrito, Parachinar, em um comboio do Governo quando foram seqüestradas na presença das forças de segurança.

Tudo o que sabemos sobre:
Paquistãoseqüestro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.