Olmert diz que resolução da ONU é 'impraticável'

O primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert, rejeitou a resolução da Organização das Nações Unidas (ONU) que pede um cessar-fogo imediato em Gaza, classificando-a como "impraticável". Ele ressaltou que palestinos lançaram foguetes contra Israel na sexta-feira e disse o Exército vai continuar defendendo os israelenses. "O lançamento de foguetes nesta manhã somente serve para mostrar que a decisão da ONU é impraticável e que as organizações assassinas palestinas não vão aderir a ela".

REUTERS

09 de janeiro de 2009 | 10h26

Tudo o que sabemos sobre:
ORMEDOLMERTONU*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.