Olmert e Abbas reúnem-se para tentar retomar diálogo de paz

Presidente palestino pressiona premiê israelense pelo fim da construção de assentamentos judeus

ADAM ENTOUS, REUTERS

27 de dezembro de 2007 | 07h38

O presidente palestino, MahmoudAbbas, pressionará nesta quinta-feira o primeiro-ministroisraelense, Ehud Olmert, para que interrompa planos deconstrução em assentamentos, algo que vem prejudicandoconversas de paz entre os dois lados. Os líderes reúnem-se após as duas primeiras sessões denegociações entre equipes de Israel e palestinos terminarem emdesacordo devido a protestos pelos planos dos israelenses deerguer centenas de novas casas em uma área perto de Jerusalém. O encontro de quinta-feira, em Jerusalém, será o primeiroentre Olmert e Abbas desde a conferência de paz de Annapolis,nos EUA, em novembro. Na ocasião, os dois líderes concordaramcom o objetivo de chegar a um acordo sobre a criação de umEstado palestino antes que o presidente norte-americano, GeorgeW. Bush, deixe a Casa Branca, em janeiro de 2009. Abbas espera usar o encontro para pressionar Olmert a secomprometer a encerrar toda a atividade dos assentamentos,incluindo o chamado crescimento natural, como previsto no planode paz conhecido como o "mapa do caminho", disseram assessores. Na véspera das conversas, Abbas pediu à secretária deEstado norte-americana, Condoleezza Rice, para interceder juntoa Israel sobre a questão dos assentamentos, "a fim de que nãohaja nenhum obstáculo ao progresso nas negociações", informou oassessor Nabil Abu Rdainah.

Tudo o que sabemos sobre:
ORMEDENCONTROJERUSALEM

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.