Olmert irá depôr à polícia por suspeitas de corrupção

Premiê israelense é investigado por denúncias de corrupção em doações que teria recebido de americano

Associated Press,

16 de maio de 2008 | 17h20

Emissoras de televisão israelenses informaram nesta sexta-feira, 16, que a polícia irá interrogar o primeiro-ministro do país Ehud Olmert pelas suspeitas de seu envolvimento com corrupção. Veja também:Escândalo de corrupção de Olmert ofusca visita de Bush a IsraelPolícia vasculha Ministério em busca de provas contra OlmertSob escândalo, confiança popular em Olmert desaba, diz pesquisa A televisão reportou que as autoridades questionarão Olmert pelas evidências que obtiveram recentemente contra o premiê. Nesta semana, a polícia interrogou dois executivos americanos que estariam ligados às suspeitas. Até agora, Olmert só depôs uma vez. O caso centra-se no lobista americano Morris Talansky, que supostamente teria transferido dezenas de milhares de dólares para Olmert enquanto o primeiro-ministro era prefeito de Jerusalém em 1993 e quando era ministro do Comércio, em 2003.

Tudo o que sabemos sobre:
OlmertIsrael

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.