Olmert minimiza chances de acordo completo de paz em 2008

O primeiro-ministro israelense, EhudOlmert, disse neste domingo que seu objetivo é chegar a umentendimento sobre os "princípios básicos" para um Estadopalestino em 2008 em vez de estabelecer um acordo de paz. Olmert também afirmou que ele e o presidente da autoridadepalestina, Mahmoud Abbas, concordaram em adiar as discussõessobre o futuro de Jerusalém até o final do processo denegociações. "Não sei se conseguiremos chegar a um acordo com ospalestinos. Espero que consigamos. Faremos tudo em nosso poderpara isso. Mas não começaremos com essa questão, que é a maisdifícil", disse Olmert a líderes judeus-americanos emJerusalém. "Portanto, eu sugeri a Abu Mazen (Abbas) e ele aceitou.Adiaremos as negociações sobre Jerusalém até a última fase dasnegociações", acrescentou Olmert, descrevendo a cidade como "oassunto mais sensível e mais complexo para os negociadores". (Por Adam Entous)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.