OLP apóia convocação de eleições palestinas

Um importante órgão palestino apoiou na quinta-feira a iniciativa do presidente Mahmoud Abbas de convocar eleições antecipadas, apesar da resistência do Hamas. O Comitê Central Palestino (CCP), órgão decisório com 115 integrantes da Organização para a Libertação da Palestina (OLP), aprovou a moção para a realização de eleições presidenciais e parlamentares antecipadas -- elas só deveriam acontecer em 2010. "O CCP apóia a convocação do presidente para eleições parlamentares e presidenciais antecipadas", disse em nota oficial. O Hamas questiona a legitimidade de Abbas para convocar eleições, dizendo que seu objetivo é tirar o poder do grupo, que há um mês expulsou as forças leais a Abbas da Faixa de Gaza. Abbas disse na quarta-feira a jornalistas que pretende emitir um decreto convocando eleições, mas não disse para quando os pleitos serão marcados. Mahmou Al Zahar, dirigente do Hamas, prometeu que o grupo não permitirá novas eleições em Gaza. "Um homem que pede a reocupação da terra, especialmente da Faixa de Gaza, que foi liberada [de Israel], ainda pode ser presidente?", disse Zahar, referindo-se a Abbas. O presidente, dirigente da facção laica Fatah, dissolveu o governo de unidade que era chefiado pelo Hamas após a crise do mês passado em Gaza. O Hamas, que havia esmagado a Fatah nas eleições legislativas de 2006, tentou manter um diálogo para a reaproximação com Abbas, que rejeitou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.