Onda de frio mata 52 pessoas em uma semana no Afeganistão

Além das mortes, outras 17 pessoas encontram-se desaparecidas e 15 mil animais morreram ou desapareceram

Efe,

13 de janeiro de 2008 | 10h49

Uma onda de frio matou 52 pessoas na última semana na província ocidental afegã de Herat, informou neste domingo, 13, a porta-voz do governador, Farzana Ahmadi. Segundo a fonte, 52 pessoas morreram pelo frio e outras 17 se encontram desaparecidas. Ela acrescentou que o número de mortos pode aumentar, uma vez que as equipes de avaliação enviadas a diferentes distritos da província ainda recolhem dados sobre os efeitos da onda de frio. As baixas temperaturas dizimaram também a população de animais de Herat, com a morte ou desaparecimento de cerca de 15 mil animais, segundo informou Farzana.

Tudo o que sabemos sobre:
FrioAfeganistão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.