ONU estima em 4 milhões número de necessitados na Síria

Um número estimado em 4 milhões de pessoas na Síria precisarão de ajuda humanitária até o início do ano que vem, um incremento em relação aos atuais 2,5 milhões cujas necessidades a humanidade já não está conseguindo atender completamente, disse uma autoridade de primeiro escalão da Organização das Nações Unidas (ONU) nesta sexta-feira.

Reuters

09 de novembro de 2012 | 17h30

John Ging, diretor de operações do escritório da ONU para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA, na sigla oficial), mostrou um cenário ruim para os civis que estão no meio da crescente guerra civil entre forças do governo sírio e rebeldes.

"Se a atual taxa de conflito continuar no ritmo atual, podemos projetar razoavelmente que os números de necessitados vão crescer de 2,5 milhões para 4 milhões até o final do ano", disse Ging em entrevista coletiva após presidir o Fórum Humanitário Sírio.

"Todos os dias nossos colegas no terreno estão se engajando com pessoas que estão cada vez mais desesperadas, cada vez mais temerosas por suas vidas e pelas vidas de suas famílias por conta do conflito", disse.

(Reportagem de Stephanie Nebehay)

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIAONUNECESSITADOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.