Oposição síria assume área de antigo reator nuclear

Rebeldes sírios capturaram o local de um suposto reator nuclear que aviões de guerra israelenses destruíram seis anos atrás, afirmaram neste domingo fontes da oposição no leste da Síria.

Reuters

24 de fevereiro de 2013 | 14h13

A área, a cerca de 60 quilômetros a oeste da cidade de Deir al-Zor, se tornou foco da atenção internacional quando Israel a destruiu em 2007. Os Estados Unidos afirmaram que o complexo era um reator nuclear desenvolvido pela Coreia do Norte com a finalidade de produzir plutônio para fins bélicos.

A Síria, que destruiu o local após o ataque, disse que o complexo era uma instalação militar comum, mas se recusou a permitir que a Agência Internacional de Energia Atômica tivesse acesso irrestrito à área.

Omar Abu Laila, porta-voz do Comando do Leste do Exército Sírio Livre, disse que o único prédio que os rebeldes encontraram no local foi um hangar com pelo menos um míssil Scud.

"Parece que a área se tornou uma base de lançamento de Scud. Qualquer estrutura que havia lá foi enterrada", disse ele.

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIAREATOR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.