MAtiullah Achakzai/Efe
MAtiullah Achakzai/Efe

Otan admite morte de civis no Afeganistão; tropas terão treino

Em comunicado, gabinete informou que o general expressou sua 'tristeza pessoal' pelas mortes

REUTERS

29 de novembro de 2011 | 08h36

CABUL - O comandante das forças lideradas pela Otan no Afeganistão, general John Allen, escreveu ao presidente do país, Hamid Karzai, para reconhecer a responsabilidade pela morte recente de civis durante operações da coalizão e prometer que as tropas passarão por novo treinamento, disse nesta terça-feira, 29, o gabinete de Karzai.

Em um comunicado, o gabinete informou que o general John Allen expressou sua "tristeza pessoal" pelas recentes mortes e disse que a Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf, na sigla em inglês) iria passar por novo treinamento na próxima semana para evitar vítimas entre os civis.

A morte de civis é motivo de forte desentendimento entre Karzai e seus aliados ocidentais.

As normas governamentais restringiram por várias vezes os ataques aéreos e "investidas noturnas" nos últimos anos, mas em várias ocasiões houve erros e civis foram atingidos.

Tudo o que sabemos sobre:
AFEGANISTAOOTANMORTES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.