Brennan Linsley/AP
Brennan Linsley/AP

Otan inicia megaofensiva para tentar retomar reduto Taleban

Primeiros helicópteros dos EUA chegam na violenta província afegã de Marja, controlada por insurgentes

GOLNAR MOTEVALLI, REUTERS

12 de fevereiro de 2010 | 19h58

Tropas da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) sob o comando dos Estados Unidos iniciaram na madrugada de sábado, 13 (tarde de sexta, 13, no Brasil) uma ofensiva para assumir o controle do último grande reduto do Taliban na mais violenta província do Afeganistão, segundo uma testemunha da Reuters.

O ataque, o primeiro desde que o presidente dos EUA, Barack Obama, determinou o envio de 30 mil soldados adicionais ao Afeganistão, em dezembro, marca o início de uma campanha para impor o controle governamental a áreas rebeldes neste ano, antes que as forças norte-americanas comecem a se retirar, em 2011.

"A primeira leva de vários helicópteros partiu", disse um repórter da Reuters que acompanha o Primeiro Batalhão do Sexto Regimento dos Fuzileiros.

Doze helicópteros partiram de um ponto ao sul de Marjah e deveriam pousar no centro da cidade, segundo o repórter.

Cerca de 4.500 fuzileiros navais norte-americanos, 1.500 soldados afegãos e 300 soldados dos EUA participam da operação em Marjah, localidade muito populosa na província de Helmand.

Um comandante local do Taliban, Qari Fazluddin, disse antes à Reuters que cerca de 2.000 combatentes estão prontos para a luta em Marjah.

Tudo o que sabemos sobre:
AFEGANISTAOOTANOFENSIVA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.