Allauddin Khan/Arquivo/AP
Allauddin Khan/Arquivo/AP

Otan mata 4 crianças no leste do Afeganistão, diz presidente

Mortes de civis são uma grande fonte de atrito entre o governo e as forças da Otan

Reuters

23 de outubro de 2012 | 15h40

CABUL - O presidente do Afeganistão, Hamid Karzai, condenou nesta terça-feira, 23, uma operação da Otan que, segundo ele, matou quatro crianças no leste do país. A coalizão afirmou que é possível que isso tenha ocorrido.

A operação ocorreu no distrito de Baraki Barak, na província de Logar, no sábado, segundo um comunicado divulgado pelo gabinete de Karzai. "Ela resultou na morte de quatro crianças inocentes" que cuidavam de um rebanho, acrescentou o comunicado.

As mortes de civis são uma grande fonte de atrito entre o governo de Karzai e as forças da Otan lideradas pelos Estados Unidos no Afeganistão. "Apesar das reiteradas promessas da Otan de evitar a ocorrência de vítimas civis, vidas inocentes, incluindo de crianças, continuam a ser perdidas", afirmou Karzai no comunicado.

Uma porta-voz da Força Internacional de Assistência à Segurança (Isaf), da Otan, disse que estava ciente de possíveis vítimas civis relacionadas à Isaf decorrentes da operação de 20 de outubro. Números divulgados mostraram uma diminuição de 58 por cento no número de mortes de civis causadas pela Isaf no período de julho a setembro deste ano em comparação com o mesmo período de 2011.

Tudo o que sabemos sobre:
AfeganistãoOtan

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.