Pais de soldado israelense seqüestrado recebem carta do filho

Mensagem de Gilad Schalit foi divulgada pelo Hamas como promessa feita a Carter; militar está preso desde 2006

Associated Press

09 de junho de 2008 | 18h50

Os pais do soldado israelense Gilad Schalit receberam uma carta de seu filho. O militar foi capturado por militantes aliados ao grupo palestino Hamas próximo à Faixa de Gaza há quase dois anos. O Hamas liberou a carta como parte de uma promessa feita ao ex-presidente americano Jimmy Carter durante um encontro em abril.  O Centro Carter disse que a mensagem chegou a seu escritório em Ramallah no domingo, e foi enviada rapidamente enviada a Noam and Aviva, pais de Schalit. A associação disse que Carter irá tentar assegurar que a carta de resposta seja enviada ao soldado preso, e que continuará a mediar as negociações para sua libertação. A imprensa israelense apontou que a mensagem era escrita a mão. Não foi divulgado o seu conteúdo, mas havia indicações de que a carta foi escrita recentemente. 

Mais conteúdo sobre:
Gilad SchalitIsraelHamas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.