Países do Golfo lançam plano para reconstruir Gaza

Os países árabes do Golfo propuseram neste domingo um plano conjunto de ajuda para reconstruir a Faixa de Gaza. O tamanho do financiamento não foi divulgados, mas uma autoridade da região afirmou que a Arábia Saudita e o Catar prometeram 1,25 bilhão de dólares. O plano é colocar a ajuda de doadores árabes sob a gestão conjunta de um comitê composto pelos colaboradores e pelo Banco de Desenvolvimento Islâmico, com base na Arábia Saudita, disseram ministros num comunicado, depois de reunião em Riad, capital saudita. "O objetivo é que esse programa seja implementado rapidamente (...) e que também responda às necessidades dos palestinos em Gaza o mais cedo possível", afirmou a jornalistas o ministro interino das Relações Exteriores de Omã, Yusuf bin Alawi bin Abdullah. A recente ofensiva israelense à Faixa de Gaza criou novas divisões entre os árabes. De um lado, ficaram Arábia Saudita, Egito e aliados. De outro, Catar, Irã, Síria e aliados. O Catar foi sede de uma conferência de apoio a Gaza, com líderes do Irã, Síria e do Hamas. O país suspendeu seus laços com Israel e pediu a retirada da iniciativa de paz árabe, proposta em 2002, ação patrocinada pela Arábia Saudita. De acordo com o plano conjunto, um escritório deve ser aberto em Gaza para facilitar a execução dos projetos e a entrada do material para reconstrução da região. (Reportagem de Souhail Karam)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.