Palestinos morrem asfixiados em túnel entre Gaza e Egito

Mortes ocorreram devido à falta de oxigênio, depois que autoridades egípcias taparam a entrada do duto

EFE,

02 de agosto de 2008 | 14h58

Cinco palestinos morreram por asfixia e 18 ficaram feridos após ser fechada da entrada de um túnel subterrâneo que ligava o território do Egito com a Faixa de Gaza, informa neste sábado a imprensa local, que cita fontes médicas do território palestino. Segundo as fontes, as mortes ocorreram devido à falta de oxigênio, depois que as autoridades egípcias taparam na sexta-feira a entrada do duto, próximo à passagem fronteiriça de Rafah, que liga a Faixa de Gaza ao Egito. As autoridades do Cairo começaram a destruir os túneis subterrâneos entre Gaza e Egito, utilizados por contrabandistas para introduzir no território palestino armas e dinheiro a partir do país vizinho. Segundo fontes egípcias citadas pela imprensa israelense, pelo menos 14 desses dutos foram destruídos na última semana.

Tudo o que sabemos sobre:
Gaza, Edito, Palestina

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.