Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Palestinos podem declarar independência, diz assessor de Abbas

Os palestinos devemdeclarar a independência unilateralmente se as conversas de pazcom Israel continuarem a se arrastar, afirmou nestaquarta-feira um importante assessor do presidente palestino,Mahmoud Abbas. Não está claro que se Abbas pensa da mesma forma que YasserAbed Rabbo, mas Saeb Erekat, outro importante negociadorpalestino, expressou oposição a qualquer declaração unilateralde independência. Abed Rabbo, integrante da equipe de negociadorespalestinos, fez os comentários um dia depois da mais recenterodada de negociações de alto escalão com Israel. "Caso as coisas não caminhem na direção de interromper defato as atividades de assentamentos, caso as coisas nãocaminhem na direção de negociações contínuas e sérias, entãodeveríamos...anunciar nossa independência unilateralmente",afirmou ele à Reuters. O assessor fez uma comparação com Kosovo, que declarouindependência da Sérvia no domingo. "Kosovo não é melhor que nós. Merecemos a independência atéantes que Kosovo, e pedimos o apoio dos Estados Unidos e daUnião Européia para nossa independência", disse Abed Rabbo. Mas Erekat lembrou que a Organização para a Libertação daPalestina já declarou independência em 1988. "Agora precisamos de independência real, não umadeclaração. Precisamos de independência real com o fim daocupação. Não somos Kosovo. Estamos sob ocupação israelense epara a independência precisamos obter independência", observouErekat. Abbas e o primeiro-ministro israelense, Ehud Olmert,reuniram-se na terça-feira para acelerar as conversas iniciadasem uma conferência em Annapolis, nos EUA, no ano passado. Odiálogo é dificultado por disputas sobre os planos de Israel deconstruir novas de casas em terras ocupadas perto de Jerusaléme pela insistência de Olmert em adiar as conversas sobre odestino da cidade sagrada.

MOHAMMED ASSADI, REUTERS

20 de fevereiro de 2008 | 07h46

Tudo o que sabemos sobre:
ORMEDPALESTINOSINDEPENDECIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.