Papa viajará ao Oriente Médio em maio

O papa Bento 16 anunciou no domingo que viajará ao Oriente Médio em maio, e pretende fazer dessa visita um catalisador da paz e da unidade na região. O papa disse a peregrinos e turistas, na praça de São Pedro, que a visita deve ocorrer entre os dias 8 e 15 de maio. Fontes do Vaticano revelaram que a viagem deve ter início na Jordânia, de onde o papa seguirá para Israel. Bento 16 pretende visitar o local onde Jesus nasceu, em Belém, nos territórios ocupados por Israel na Cisjordânia. "Eu vou fazer uma peregrinação à Terra Santa para pedir ao Senhor, em uma visita aos locais santificados por sua passagem terrena, um presente precioso de unidade e paz para o Oriente Médio e para toda a humanidade", afirmou ele. Essa será a primeira visita do papa Bento 16 à Terra Santa e a primeira de um pontífice desde que o papa João Paulo 2o viajou à região em 2000, quando pediu perdão pelas ofensas cometidas pelos cristãos contra os judeus durante séculos. A parada do papa em Israel, onde ele passará a maior parte de sua viagem e incluirá em seu roteiro uma visita a Jerusalém, será particularmente significante por causa da controvérsia gerada por sua decisão de suspender a excomunhão do bispo que negou o Holocausto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.