Paquistão considera libertar ex-número 2 do Talibã--autoridades

O Paquistão vai considerar soltar o ex-líder do Talibã, Mullah Abdul Ghani Baradar, que era o segundo no comando do grupo afegão, se as atuais liberações de insurgentes mais baixos na cadeia de comando ajudarem a avançar esforços de paz, afirmaram autoridades de ambos os países à Reuters nesta quinta-feira.

Reuters

15 de novembro de 2012 | 13h18

"Após soltar 13 talibãs, o Paquistão prometeu liberar Mullah Baradar se estas ações se provarem efetivas nas negociações de paz", disse uma alta autoridade afegã próxima às conversas entre Islamabad e Cabul.

(Por Hamid Shalizi em Cabul e Mehreen Zahra-Malik em Islamabad)

Tudo o que sabemos sobre:
ORMEDTALIBASOLTAR*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.