Para Exército israelense, Hezbollah esconde foguetes da Finul

Foguetes de origem russa estão sendo transferidos de locais monitorados pela ONU

Efe

22 Julho 2007 | 17h45

O Exército israelense acredita que a milícia Hezbollah oculta foguetes Katyusha, especialmente em povoados xiitas, dos efetivos da Força Interina das Nações Unidas no Sul do Líbano (Finul), informa neste domingo o jornal Ha'aretz. Segundo fontes militares citadas pelo jornal, a guerrilha libanesa está transferindo seus projéteis de curto alcance para edificações em povoados ao sul do rio Litani desde os bunkers e túneis subterrâneos que os militares da ONU rastreiam.   A maioria dos mísseis de longo alcance que o Hezbollah possui continua escondida ao norte do Litani, embora a guerrilha esteja tentando levá-la para o outro lado do rio, onde está postada a Finul.   Nos últimos meses, as patrulhas das Nações Unidas rastrearam mais de 90% das zonas onde Hezbollah guarda seu armamento. Desde o conflito há quase um ano entre Israel e a milícia, a Finul encontrou 33 desse locais, construídos pelo Hezbollah após a retirada israelense do sul do Líbano, em 2000.   Os bunkers e túneis subterrâneos foram se deteriorando, o que sugere que o Hezbollah não está interessado em voltar a eles de forma permanente, embora alguns de seus integrantes os visitem ocasionalmente para manter algumas das fortificações.

Mais conteúdo sobre:
Israel Líbano Hezbollah

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.