Para Khamenei, presença dos EUA é maior problema do Iraque

Líder supremo iraniano diz que ocupantes interferem nas questões internas do vizinho pelo uso da força militar

Reuters e Associated Press,

09 de junho de 2008 | 07h36

A presença militar dos Estados Unidos é o maior problema do Iraque na atualidade, avaliou nesta segunda-feira, 9, o líder supremo do Irã, aiatolá Ali Khamenei, durante uma reunião com o primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki. A informação foi divulgada pela televisão estatal iraniana.   De acordo com a emissora, Khamenei disse a Maliki que "os ocupantes que interferem nas questões internas do Iraque por meio de seu poderio militar" constituem o principal problema enfrentado no momento por Bagdá. Ele prometeu que o Irã apoiará o país vizinho. "Ajudar o Iraque e seu governo é nosso dever religioso", disse Khamenei.   Durante a visita ao Irã, Maliki tenta pressionar os líderes da república islâmica a deixarem de se opor a um acordo de segurança com os Estados Unidos. Ele também prometeu que o Iraque não servirá de base de lançamento para nenhum ataque estrangeiro ao Irã.   Maliki, que conclui uma visita de três dias ao Irã, tentou acalmar os temores dos iranianos sobre o acordo que Bagdá está negociando com Washington para regularizar a presença militar americana no Iraque após o fim do mandato da ONU no país, em 31 de dezembro. O regime do Irã, acusado pelos EUA de apoiar grupos radicais xiitas ativos no Iraque, é contra a assinatura por Bagdá do acordo, e exige que Washington estabeleça uma data para a retirada de suas tropas do território iraquiano."Os americanos nunca transformarão em realidade seus sonhos no Iraque", declarou Khamenei. Por sua parte, Maliki reafirmou que o governo e o Parlamento do Iraque "atuam pela independência do país e aspiram a afiançar a cooperação em todos os âmbitos com a República Islâmica".

Tudo o que sabemos sobre:
IrãIraqueEUA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.