Parlamentares iraquianos pedem sessão para discutir segurança

Decisão ocorre após ataques a prédios do governo que deixaram 95 mortos e centenas de feridos

Agência Estado e Associated Press,

21 de agosto de 2009 | 12h57

Líderes parlamentares iraquianos estão pediram por uma sessão de emergência do Parlamento para discutir a segurança no país após mortíferos ataques a bomba terem atingido edifícios do governo em Bagdá nesta semana. O pedido ocorreu após uma reunião dos chefes dos blocos políticos iraquianos com os ministérios da Defesa, Interior e Segurança Nacional, segundo informou nesta sexta-feira, 21, o vice-líder Khalid al-Attiyah.

 

Al-Attiyah disse que o grupo também deseja que os parlamentares aprovem compensações para as famílias das mais de 100 pessoas mortas nos ataques da quarta-feira contra os ministérios das Relações Exteriores e das Finanças.

 

Nesta sexta-feira, uma bomba colocada sob um pequeno caminhão explodiu na entrada de um mercado atacadista de verduras e legumes em Bagdá, disse um funcionário da polícia iraquiana. A explosão matou duas pessoas e deixou 20 feridas.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraquesegurançaatentados

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.