Parlamento do Iraque aprova por unanimidade iniciativa do presidente curdo

País está imerso em uma crise política desde março, quando ocorreram as eleições presidenciais

Efe

13 de novembro de 2010 | 15h04

BAGDÁ - O Parlamento do Iraque aprovou neste sábado, 13, por unanimidade a iniciativa do presidente da região autônoma do Curdistão iraquiano, Massoud Barzani, que abriu caminho para dissolver a crise política na qual o país estava imerso.

 

Os deputados também aprovaram os acordos políticos feitos durante as negociações sobre a proposta, como a formação de um Governo de união nacional, anunciou o dirigente da Aliança Nacional Iraquiana Hadi al-Amiri, em entrevista coletiva após a segunda sessão da Assembleia Legislativa.

 

Barzani foi o principal mediador entre os líderes políticos iraquianos que esta semana fizeram vários acordos para a divisão das presidências do Parlamento e da República e a chefia do Governo, o que permitiu que as sessões do Parlamento fossem retomadas após quase cinco meses.

 

Depois das eleições legislativas de 7 de março, o Iraque viveu um impasse governamental pelo fato de que nenhuma das coalizões políticas conseguiu a maioria suficiente para constituir um Executivo.

 

Durante a agitada sessão parlamentar da quinta-feira passada, o curdo Jalal Talabani foi reeleito como presidente. Antes da sessão deste sábado do Parlamento, os dirigentes das alianças tinham feito um acordo para constituir um comitê para cumprir os pactos estabelecidos através da mediação de Barzani.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.