Parlamento do Iraque se reúne pela 1ª vez desde as eleições de março

Negociações para escolha do primeiro-ministro, porém, ainda devem levar semanas

Reuters

14 de junho de 2010 | 09h23

BAGDÁ - O Parlamento do Iraque se reuniu nesta segunda-feira, 14, pela primeira vez desde as eleições realizadas em março para que os 325 deputados eleitos pelo povo iraquiano fizessem seu juramento.

 

O novo Parlamento será responsável por reformular a legislação iraquiana em uma série de questões econômicas enquanto o país tenta tomar o caminho do desenvolvimento após a invasão liderada pelos EUA em 2003 que desatou uma onda de violência sectária.

 

"Pelo bem do povo iraquiano, nós inauguramos a primeira sessão do Parlamento", disse o deputado curdo reeleito Fouad Masou, um dos mais antigos membros da casa e escolhido para abrir a assembleia. O início dos trabalhos do Parlamento é o primeiro passo para o estabelecimento de um governo de coalizão no Iraque, mas a escolha do premiê ainda deve levar semanas de negociação.

 

Os insurgentes sunitas aproveitaram o clima de instabilidade política para promover e violência sectária por meio de atentados. Nas últimas semanas, bancos e mercados de valores foram atacados pelos militantes. As milícias xiitas também recorreram às armas e aumentaram os temores sobre a segurança do país.

 

O número de mortes de civis a cada mês no Iraque aumentou gradativamente desde março, aumentando as dúvidas sobre a capacidade dos EUA de manter a segurança do país e sobre a decisão do governo americano e retirar completamente as tropas do Iraque de agosto deste ano até 2011.

 

No domingo, homens-bomba e atiradores atacaram o Banco Central de Bagdá e mataram 15 pessoas. Eles não conseguiram acesso aos cofres, mas o combate com as forças de segurança do Iraque duraram mais e uma hora e meia, segundo as autoridades.

Tudo o que sabemos sobre:
IraqueParlamentoxiitassunitas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.