Pelo menos 26 morrem em atentado suicida em Bagdá

Mulher detona bomba entre peregrinos xiitas que iam à cidade sagrada de Karbala; outros 75 ficam feridos

Associated Press,

14 de agosto de 2008 | 14h52

Pelo menos 26 pessoas morreram e outras 75 ficaram feridas quando uma mulher cometeu um atentado suicida contra peregrinos xiitas no sul de Bagdá, informou a polícia iraquiana nesta quinta-feira, 14. De acordo com o porta-voz da polícia Muthanna Khalid, a mulher detonou os explosivos próximo à Iskandariyah.   A cidade é uma antiga fortaleza insurgente sunita, onde a violência diminuía depois que os líderes tribais se juntaram com as forças americanas contra a Al-Qaeda no país. Os peregrinos xiitas enfrentam uma série de ataques nesta quinta-feira, enquanto viajam a pé para a cidade sagrada de Karbala, para um festival religioso.   Entre os feridos há crianças e mulheres, afirmaram testemunhas. Nesta semana, os fiéis xiitas visitam Karbala para participar da festividade que lembra o nascimento do 12.º imame xiita, Mohammedal-Mahdi.   No marco dos preparativos para a festividade, milhares de membros do Exército e da polícia iraquianos tomaram posições nas estradas que levam a Karbala, para proteger os fiéis de possíveis atentados.   (Matéria atualizada às 15h35)  

Tudo o que sabemos sobre:
Iraque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.