Pelo menos 7 mortos e 76 feridos em dois atentados no Iraque

Carros-bombas foram colocados perto de residências de autoridades em duas localidades no país

Efe e AP

18 de junho de 2010 | 12h15

BAGDÁ - Pelo menos sete pessoas morreram e outras 76 ficaram feridas nesta sexta-feira, 18, em dois atentados perpetrados com carros-bomba nas províncias iraquianas de Salahedín e de Diyala, ao norte e noroeste de Bagdá, respectivamente.

 

Fontes policiais informaram a Efe que ao menos cinco pessoas faleceram e mais de 45 ficaram feridas pela explosão de um carro-bomba perto da residência de uma autoridade local, Niazi Menmar Oglu, na localidade multiétnica de Tuz Jormato, 90 quilômetros ao leste de Tikrit, capital de Salahedín.

 

Oglu, turcomano xiita e membro do Conselho Provincial de Salahedín, saiu ileso do atentado.

 

Após a explosão, as forças de segurança cercaram a zona e desativaram outro veículo com explosivos estacionado nas proximidades.

 

Por sua vez, fontes do Ministério do Interior revelaram que pelo menos duas pessoas perderam a vida e 31 ficaram feridas, entre elas nove mulheres e sete crianças, pela explosão de outro carro-bomba no bairro de Al Mualimin, no oeste de Baquba, capital da província de Diyala.

 

Segundo as fontes, o veículo foi estacionado por um grupo de homens armados perto da residência de um oficial da polícia iraquiana de Baquba, a 60 km noroeste de Bagdá.

 

Estes ataques ocorrem depois desta manhã, em que pelo menos oito pessoas morreram e outras oito ficaram feridas em Abu, a 25 km a oeste da capital, pelo impacto de três carros contra várias casas e um ataque armado à residência de um funcionário local no qual morreram um casal e seus filhos.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraqueatentadoscarro-bomba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.