Polícia de Israel fere homem que fez reféns em embaixada turca

Um homem que entrou na embaixada turca em Tel-Aviv levou um tiro e ficou ferido, disse uma autoridade israelense que não quis ser identificada, nesta terça-feira.

REUTERS

17 de agosto de 2010 | 15h06

A mídia israelense identificou o homem como um palestino armado que manteve reféns dois funcionários da embaixada. A Rádio Israel informou que o homem exigiu que a Turquia lhe desse asilo político porque ele era procurado pelos serviços de segurança palestino e israelense.

Segundo a mídia de Israel, franco-atiradores da polícia dispararam contra o homem depois de o terem localizado por uma janela da embaixada.

A polícia bloqueou uma rodovia principal perto da praia em frente à embaixada, e algumas ambulâncias estavam no local.

As relações entre Israel e sua antiga aliada muçulmana, a Turquia, pioraram nos últimos meses depois de um ataque israelense no final de maio contra uma flotilha turca que levava ajuda à Faixa de Gaza. Nove cidadãos turcos morreram no ataque israelense.

Tudo o que sabemos sobre:
ISRAELEMBAIXADATURCA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.