Polícia israelense enfrenta palestinos em campo de refugiados

Ao menos 11 pessoas são presas e 14 ficam feridas após confronto nos arredores de Jerusalém Oriental

Reuters,

08 de fevereiro de 2010 | 16h07

Menino palestino foge de policial israelense. Foto: Kobi Gideon/Efe

JERUSALÉM - O campo de refugiados de Shuafat, nas cercanias de Jerusalém,  tornou-se palco de enfrentamentos entre policiais israelenses e palestinos nesta segunda-feira, 8. Ao menos 11 pessoas foram presas e 14 ficaram feridas.

De acordo com a polícia, a operação procurava prender suspeitos de não pagarem impostos municipais e os agentes israelenses foram recebidos com pedras pelos palestinos. Alguns dos presos foram detidos por problemas fiscais e outros por participarem do  confronto.

Segundo fontes palestinas, dez refugiados ficaram feridos. Outros quatro policiais israelenses tiveram ferimentos leves.

Líderes palestinos defendem que Jerusalém Oriental deve ser a capital de um futuro Estado independente. Israel ocupa a parte leste da cidade desde 1967.

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, ordenou uma paralisação na expansão de assentamentos judaicos na Cisjordânia, mas se nega a interromper o processo em Jerusalém Oriental.

Tudo o que sabemos sobre:
Israelpalestinos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.