Polícia mata 18 supostos narcotraficantes no nordeste do Irã

136 kg de drogas foram apreendidas, além de armas e munição; combate aconteceu na divisa com o Afeganistão

Efe,

08 de abril de 2008 | 04h53

A Polícia antidrogas do Irã anunciou nesta terça-feira, 8, a morte de 18 narcotraficantes em um enfrentamento na província de Khorasan Razavi, no nordeste do país e que faz fronteira com o Afeganistão. Segundo a televisão estatal, o tiroteio ocorreu na segunda-feira, quando "um grupo dos malvados", termo usado pelos iranianos para identificar narcotraficantes e grupos armados, tentou infiltrar no país através da fronteira. "Levando em conta que todas as vias de saída estavam fechadas, os armados não conseguiram fugir, o que gerou um violento enfrentamento com a Polícia, que confiscou 136 quilos de entorpecentes, assim como armas e munição", assegurou a televisão. Trata-se do segundo enfrentamento deste tipo em Khorasan Razavi desde o anúncio da morte de 12 supostos traficantes em uma troca de tiros no último dia 2. O Irã é um ponto de passagem da droga que vai do Afeganistão e Paquistão à Europa e ao Golfo Pérsico, e as autoridades cifram em 13.000 o número de policiais iranianos mortos em enfrentamentos com narcotraficantes neste país nas últimas três décadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.