Potências mundiais vão levar adiante mais sanções contra o Irã

Reino Unido, França, Alemanha, Estados Unidos, Rússia e China decidirão sobre punição no final de novembro

REUTERS

02 de novembro de 2007 | 14h22

Seis potências mundiais concordaram nesta sexta-feira em levar adiante uma terceira rodada de sanções contra o Irã, a menos que relatórios no final deste mês mostrem que o país apresentou maior transparência sobre seu programa nuclear. Líderes políticos do Reino Unido, França, Alemanha, Estados Unidos, Rússia e China irão se encontrar novamente em 19 de novembro para avaliar documentos da agência nuclear da Organização das Nações Unidas (ONU) e da União Européia, informou um porta-voz da Chancelaria britânica. Segundo ele, os líderes "concordaram em acertar um texto para uma terceira resolução de sanções do Conselho de Segurança da ONU com a intenção de trazê-lo à votação no Conselho...a menos que os relatórios de novembro...mostrem um resultado positivo dos esforços". O Irã recusa-se a interromper o enriquecimento de urânio depois de duas sérias de sanções e nega que queira produzir armas atômicas. O país afirma que seu programa nuclear destina-se à geração de energia. Na semana passada, os EUA impuseram sanções econômicas contra o país, além de não descartarem uma operação militar contra o Irã. (Por Sophie Walker)

Tudo o que sabemos sobre:
Irãcrise nuclearONU

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.