Premiê de Israel quer se reunir com Abbas para discutir paz

Netanyahu pede publicamente por encontro com presidente da Autoridade Palestina sobre cooperação

Efe,

12 de julho de 2009 | 09h42

O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, pediu publicamente neste domingo, 12, a Mahmoud Abbas, presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), que se reúna com ele para debater sobre a cooperação mútua.

 

"Faço um apelo aos líderes palestinos e dos países árabes: vamos nos encontrar", disse o chefe do governo israelense em um pronunciamento perante os jornalistas na reunião semanal do Gabinete realizada na cidade de Bersheva (sul de Israel), informa o jornal Yedioth Ahronoth em sua versão digital.

 

Netanyahu assegurou: "Temos a habilidade de levar muitos investidores, estamos aumentando os esforços para aliviar as restrições aos palestinos, mas todos os esforços só podem chegar a um determinado ponto".

 

Desde que Netanyahu chegou ao governo, há exatamente cem dias, dois terços dos postos de controle na Cisjordânia foram desmontados, segundo dados divulgados recentemente por seu Ministério de Relações Exteriores.

 

O atual chefe do Executivo israelense ofereceu desde sua chegada ao poder uma ambígua "paz econômica" aos palestinos, que rejeitaram reiniciar negociações para a paz até que Israel ponha fim à ampliação das colônias judias na Cisjordânia. Sobre esta questão, a política de Netanyahu é a de não autorizar a construção de novos assentamentos, mas sim autorizar obras nos já existentes para acolher o que chama de "crescimento natural" da população.

Tudo o que sabemos sobre:
Israelpalestinos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.