Premiê do Iraque pede US$ 5 bilhões para reconstrução do país

Nouri al-Maliki pede ao Parlamento aprovação do valor para desenvolvimento de âmbitos estratégicos

Efe,

12 de maio de 2008 | 20h49

O primeiro-ministro iraquiano, Nouri al-Maliki, pediu nesta segunda-feira, 12, ao Parlamento do país que aprove a alocação de US$ 5 bilhões ao orçamento nacional para destiná-los o desenvolvimento de âmbitos estratégicos. "Pedimos ao Conselho de Deputados que aceite a concessão de US$ 5 bilhões ao orçamento nacional para investi-los em projetos da indústria de petróleo, eletricidade, ensino superior e pesquisa científica", indicou Maliki, em discurso na Câmara.   Veja também: Governo do Iraque firma acordo com clérigo Moqtada al-Sadr   Nesse contexto, o chefe do governo iraquiano afirmou que os US$ 5 bilhões não deverão ser desembolsados necessariamente este ano, mas no marco de um plano qüinqüenal. Lembrou também que o ensino superior e a pesquisa científica requerem cerca de US$ 1 bilhão.   Desse valor, são necessários US$ 750 milhões para financiar as missões de estudantes no estrangeiro, que o país necessita para o desenvolvimento e modernização do país, e US$ 250 milhões para investi-los no melhoramento das universidades.   Maliki lembrou que as universidades iraquianas estão muito decadentes se comparadas às de outros países da região. Além disso, revelou que o Executivo deseja construir mais de quatro mil escolas em diversas zonas do país, além de centros de atendimento médico.   No começo do ano, o Parlamento aprovou o orçamento nacional, que alcançou cerca de US$ 48 bilhões, e que foi qualificada por analistas econômicos como o maior na história do Iraque.

Tudo o que sabemos sobre:
Iraque

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.