Presidente curdo iraquiano pede armas ao mundo para combater Estado Islâmico

O presidente curdo iraquiano Masoud Barzani pediu à comunidade internacional no domingo que forneça aos curdos armas para impulsionar sua batalha contra os militantes do Estado Islâmico, cujo avanço pelo norte tem alarmado Bagdá e os países do Ocidente.

REUTERS

10 de agosto de 2014 | 10h28

Falando em entrevista à imprensa com o ministro das Relações Exteriores da França, Laurent Fabius, Barzani afirmou: "Não estamos combatendo uma organização terrorista, estamos combatendo um Estado terrorista".

(Reportagem de Isabel Coles)

Tudo o que sabemos sobre:
IRAQUEPRESIDENTEARMAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.