Presidente da França adverte Irã sobre programa nuclear

Nicolas Sarkozy diz que líderes iranianos não podem contar com resposta passiva da comunidade internacional

Reuters

23 de setembro de 2009 | 16h59

O presidente da França, Nicolas Sarkozy, advertiu o Irã nesta quarta-feira, 23, sobre o risco de um "erro trágico", se contar com a permanência do mundo passivo enquanto segue com seu programa nuclear.

 

"Eu gostaria de dizer para os líderes iranianos que, se eles estão contando com a resposta passiva da comunidade internacional para que sigam com seu programa nuclear, eles estão cometendo um erro trágico", disse Sarkozy em seu discurso na Assembleia Geral da ONU.

 

A França, junto com outros membros do Conselho de Segurança da ONU e a Alemanha, tem encontro previsto com o Irã no próximo mês para examinar seu programa nuclear, que as potências ocidentais temem que esteja orientado para produção de armas, mas que Teerã diz estar sendo destinado a usos pacíficos.

Tudo o que sabemos sobre:
irãfrançasarkosy

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.