Presidente iraniano diz que são necessárias 'decisões corajosas' para acordo nuclear

Presidente iraniano diz que são necessárias 'decisões corajosas' para acordo nuclear

Rouhani acrescentou que a última rodada de negociações nucleares entre o Irã e seis potências mundiais teve progresso "extremamente lento"

REUTERS

26 de setembro de 2014 | 18h39

O presidente do Irã, Hassan Rouhani, disse nesta sexta-feira que "decisões corajosas" devem ser feitas para alcançar um acordo nuclear de longo prazo e que qualquer acordo sem a retirada de todas as sanções contra Teerã é "inaceitável".

Falando a jornalistas em Nova York, à margem da Assembleia Geral da ONU, Rouhani acrescentou que a última rodada de negociações nucleares entre o Irã e seis potências mundiais teve progresso "extremamente lento".

"Temos de olhar para o futuro e tomar as decisões corajosas sobre esse problema", disse ele. "O Irã nunca vai se render em seu direito legal de possuir atividades nucleares civis. O enriquecimento continuará em nosso solo", acrescentou.

"As sanções devem ser levantadas totalmente e completamente, e qualquer acordo que não tenha isso, não será aceitável para o Irã", afirmou.

Um acordo de longo prazo, disse ele, beneficiaria o Irã, as seis potências - Estados Unidos, Grã-Bretanha, China, França, Alemanha, Rússia - e ajudaria a estabilizar o Oriente Médio.

(Reportagem de Parisa Hafezi e Louis Charbonneau)

Mais conteúdo sobre:
IRAPRESIDENTEACORDO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.