Presidente iraniano inicia sua primeira visita oficial à Argélia

Ahmadinejad quer apoio da Argélia para a criação de uma organização dos países exportadores de gás

Efe,

06 de agosto de 2007 | 04h57

O presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, viajou nesta segunda-feira à Argélia para uma visita oficial de dois dias, a primeira que realiza a este país norte-africano desde sua chegada à Presidência, em 2005. Em declarações no aeroporto de Teerã, o dirigente iraniano afirmou que a viagem é "importante" para estreitar as relações bilaterais em todos os âmbitos, e coordenar posturas entre os dois países a respeito das "questões internacionais e do mundo islâmico". Ahmadinejad deve buscar apoio do líder argelino, Abdelaziz Bouteflika, a sua postura na disputa pelas atividades nucleares iranianas, que os Estados Unidos e a União Européia (UE) suspeitam que tem fins militares, enquanto Teerã insiste em que são meramente pacíficas. Além disso, o líder iraniano tentará conseguir o respaldo de Bouteflika à proposta iraniana, apoiada pela Venezuela, para a criação de uma organização dos países exportadores de gás, similar à Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), idéia que foi rejeitada por Washington e Bruxelas.

Tudo o que sabemos sobre:
irã, argélia, reunião, visita

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.