Presidente sírio alerta contra conflito sectário

O presidente sírio, Bashar al-Assad, disse nesta quarta-feira que a Síria é alvo de uma "conspiração" que busca semear um conflito sectário, apesar de considerar que alguns sírios que se manifestaram contra seu governo têm demandas legítimas.

REUTERS

30 de março de 2011 | 11h17

"Não podemos dizer que todos que saíram (às ruas) fazem parte de uma conspiração. Deixemos isso claro", disse Assad em uma sessão do Parlamento, no primeiro pronunciamento público desde que os protestos irromperam no sul da Síria e se espalharam para o centro e litoral do país.

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIAPRESIDENTECONFLITO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.