Presidente sírio descarta solução externa para crise no país

O presidente da Síria, Bashar al-Assad, disse à televisão estatal iraniana nesta quinta-feira que uma solução externa imposta ao país é inaceitável porque somente os sírios podem resolver a crise.

Reuters

28 de junho de 2012 | 17h22

"Nenhum modelo não-sírio é aceitável porque ninguém, a não ser nós, sabemos como resolver o problema", declarou Assad em uma rara entrevista.

Ao se referir às tensas relações com a Turquia após a Síria ter derrubado um de seus aviões militares, Assad disse que há uma diferença entre a postura das autoridades turcas e a visão positiva do povo turco em relação à Síria.

A Organização das Nações Unidas (ONU) acusa as forças sírias de já terem matado mais de 10 mil pessoas desde o início do conflito, que começou há 16 meses como uma rebelião popular e evoluiu para uma insurgência armada.

(Reportagem de Marcus George)

Mais conteúdo sobre:
SIRIAASSADDESCARTA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.