Reuters
Reuters

Presidente sírio diz que rebeldes não vencerão e pede diálogo

Bashar al-Assad afirma que rebeldes não sairão vitoriosos, mas oferece chance de conversa

Reuters

20 de setembro de 2012 | 16h59

O presidente da Síria, Bashar al-Assad, disse que os grupos armados no país "não serão vencedores" na luta contra o governo, acrescentando que a "porta para o diálogo continua aberta".

Em declarações à revista semanal egípcia Al-Ahram Al-Araby, que será publicada na sexta-feira, Assad afirmou que "grupos armados praticam terrorismo contra o Estado. Eles não são populares dentro da sociedade ... eles não serão vitoriosos no final".

(Reportagem de Marwa Awad e Omar Fahmy)

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIAASSADDIALOGO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.