Primeiro-ministro libanês propõe renúncia após ataque a bomba

O primeiro-ministro libanês, Najib Mikati, disse neste sábado que ofereceu sua renúncia, mas o presidente Michel Suleiman pediu a ele que fique "por um período".

Reuters

20 de outubro de 2012 | 09h03

O bloco de oposição libanesa "Março 14" pediu ao governo, incluindo ministros do grupo militante Hezbollah, que renuncie depois que o ataque a bomba em Beirute na sexta-feira matou uma autoridade de segurança libanesa.

(Reportagem de Dominic Evans e Laila Bassam)

Tudo o que sabemos sobre:
LIBANOPRIMEIROMINISTRORENUNCIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.