Primeiros presos palestinos libertados chegam à Cisjordânia

Os 256 prisioneiros vão se reunir com Abbas na sede da Autoridade Palestina

Efe,

20 Julho 2007 | 04h41

Os primeiros presos palestinos dos 256 libertados nesta sexta-feira, 20,  por Israel chegaram ao posto de controle em Betunia, ao sul da cidade cisjordaniana de Ramallah.  Vejta também:Israel começa a libertar os prisioneiros palestinos O primeiro grupo com cerca de 120 prisioneiros foi colocado em ônibus no campo prisional de Ketziot no sul do deserto de Negev, na manhã desta sexta-feira, e foi em direção da Cisjordânia. Eles saíram da da prisão de Ketziot, no sul de Israel, para a cidade de Ramallah, na Cisjordânia, onde eles devem se reunir com suas famílias. Após a libertação de todos, que deve ocorrer até o meio dia, os prisioneiros palestinos vão se reunir com o presidente palestino Mahmoud Abbas, na sede da Autoridade Palestina em Ramallah. A libertação dos prisioneiros foi aprovada há duas semanas pelo gabinete do primeiro-ministro de Israel, Ehud Olmert, e é considerada um gesto de apoio ao presidente palestino, Mahmoud Abbas. Matéria ampliada às 07h37

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.