Protesto contra uso do véu reúne 50 mil na Turquia

Mulheres turcas são contra a lei que permitirá véu nas universidades do país

EFE

02 de fevereiro de 2008 | 21h56

Cerca de 50 mil pessoas se reuniram neste sábado, 2, no centro de Ancara para protestar contra as mudanças constitucionais e legais que permitirão o uso do véu islâmico nas universidades turcas após décadas de proibição.   Milhares de pessoas de todas as idades, 100 mil segundo os organizadores e 50 mil segundo a imprensa local, se concentraram diante do mausoléu de Mustafá Kemal Atatürk, o pai da Turquia moderna, com bandeiras turcas e retratos do fundador da ordem laica republicana.   O protesto foi organizado por associações de mulheres de todo o país sob o lema de "222A", em referência à hora e o dia da manifestação: às 14h de dois de fevereiro no Anitkabir, o mausoléu de Atatürk.   "A Turquia não será Irã" e "A Turquia é e será laica", foram alguns dos slogans vistos no evento.

Tudo o que sabemos sobre:
TURQUIAVÉUPROTESTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.