AP
AP

Protestos deixam quatro mortos em Teerã, diz site

Polícia abre fogo contra manifestantes reformistas durante protesto, no segundo dia de incidentes no país

PARISA HAFEZI E FREDRIK DAHL, REUTERS

27 de dezembro de 2009 | 09h32

Um site de oposição iraniano afirmou que três manifestantes reformistas foram mortos pela polícia, que abriu fogo contra os participantes do protesto em Teerã neste domingo, 27, segundo dia de incidentes violentos no país.

De acordo com informações do site Jaras, que não puderam ser verificadas de forma independente de imediato, outro manifestante morreu mais tarde em confrontos de opositores e forças de segurança na capital, sem dar detalhes.

"Manifestantes cantaram slogans contra o governo enquanto carregavam seu corpo", informou o site Jaras, acrescentando que também foram registrados enfrentamentos nas cidades de Isfahan e Najafabad.  

Teerã e outras cidades como Isfahan amanheceram neste domingo tomadas pelas forças de segurança, em um dia em que os xiitas celebram a "Ashura", a festividade mais importante de seu calendário religioso.

Não houve nenhum comentário oficial de imediato sobre os incidentes.

A mídia estrangeira foi proibida de fazer reportagens nas ruas, local dos protestos, desde a eleição presidencial em junho, que gerou intensas manifestações da oposição.

Tudo o que sabemos sobre:
IRAATAQUESMORTOS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.