Quatro pessoas morrem e 23 ficam feridas após explosão em Bagdá

A deflagração causou abundantes danos materiais em vários carros do comboio

EFE,

08 de junho de 2008 | 06h39

Pelo menos quatro pessoas morreram, neste domingo, e outras 23 ficaram feridas após a explosão de uma bomba no oeste de Bagdá, segundo fontes do Ministério do Interior iraquiano. As fontes explicaram que a explosão, registrada às 10 horas (3 horas de Brasília), tinha como objetivo um grupo de recrutas iraquianos na praça de Al Nosur, no oeste da capital . Alguns dos feridos, que foram levados para o hospital de Al Yarmouk, estão em estado grave, afirmaram as fontes, acrescentando que após o ataque, a Polícia fechou as ruas que dão acesso ao local onde aconteceu a explosão. Além desse fato, pelo menos cinco pessoas ficaram feridas por causa da explosão de uma bomba durante a passagem de uma patrulha policial perto da embaixada da Turquia, na zona de Waziriya, no norte de Bagdá, segundo as fontes. A deflagração causou abundantes danos materiais em vários carros do comboio, acrescentaram as fontes. Em outro incidente, quatro pessoas ficaram feridas por uma explosão, que aconteceu em circunstâncias parecidas, na região de Al Yadida, no leste da capital.

Mais conteúdo sobre:
atentadobagdá

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.