Quinto navio contra o bloqueio israelense chega a Gaza

Embarcação trouxe medicamentos e delegação do Catar que representa várias organizações humanitárias árabes

Efe,

20 de dezembro de 2008 | 10h46

O quinto navio fretado pelo movimento Free Gaza para denunciar o bloqueio israelense à Faixa de Gaza chegou neste sábado, 20, a este território palestino com vários cidadãos de países árabes, como Líbano, Catar e Iraque, a bordo. Entre os 13 passageiros, também estava Alberto Arce, um ativista asturiano que dirigiu um documentário sobre Nablus, assim como vários jornalistas, disse uma das organizadoras da viagem, Huwaida Araf. A embarcação chegou ao porto de Gaza com ajuda médica e uma delegação do Catar que representa várias organizações humanitárias árabes, disse o presidente de uma organização contra o bloqueio a Gaza, Jamal al-Khodari. Os remédios escasseiam neste território com 1,5 milhão de habitantes, desde que Israel começou seu bloqueio à Faixa de Gaza, em junho de 2007, quando o movimento islâmico Hamas assumiu o controle. Os navios se transformaram em um recorrente ato simbólico de solidariedade ao povo palestino e denúncia de um bloqueio que deixou Gaza "à beira de uma crise humanitária", segundo as Nações Unidas.  As autoridades israelenses impedem quase totalmente os acessos à Faixa de Gaza, incluindo por mar e ar. A Marinha israelense, que patrulha o litoral de Gaza, permitiu até agora o acesso a todos os navios do movimento Free Gaza que chegaram desde agosto com ativistas internacionais, jornalistas e deputados a bordo, incluindo israelenses. Pelo contrário, nas últimas semanas, Israel freou uma iniciativa similar da Líbia e outra em seu próprio território.

Tudo o que sabemos sobre:
Faixa de Gaza

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.