Rebeldes curdos libertam soldados turcos no Iraque

A libertação dos oito soldados turcos foi exigida aos rebeldes curdos

EFE,

04 de novembro de 2007 | 04h58

Os rebeldes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) libertaram neste domingo, 4, hoje os oito soldados turcos que tinham capturado na Turquia no dia 21 de outubro, informou a emissora turca "NTV". Os militares turcos foram transferidos a Erbil, uma das cidades mais importantes da zona curda do Iraque, e entregues às autoridades do Curdistão iraquiano, de onde serão transportados até a fronteira com a Turquia. A entrega às autoridades turcas deve acontecer ao meio-dia (8 horas de Brasília), segundo a "NTV", que cita autoridades curdas do Iraque. A libertação dos oito soldados turcos foi exigida aos rebeldes curdos do PKK não só pela Turquia, mas também pelos Estados Unidos, o Governo iraquiano e o da autonomia curda do Iraque. A Turquia ameaçou invadir o norte do Iraque para atacar as bases do PKK, operação que tanto Washington como Bagdá tentaram evitar ao exigir aos curdos iraquianos que impeçam as atividades dos rebeldes curdos da Turquia. A libertação dos oito soldados acontece na véspera da reunião, em Washington, entre o presidente americano, George W. Bush, e o primeiro-ministro turco, Recep Tayyip Erdogan, em que previsivelmente discutirão a situação na fronteira entre Turquia e Iraque e a possível operação turca.

Tudo o que sabemos sobre:
LIBERTAÇÃOcurdos

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.