Rebeldes dizem ter tomado posto do Exército perto da fronteira sul da Síria

Rebeldes sírios disseram nesta sexta-feira ter invadido uma guarnição militar que defende o principal cruzamento de fronteira no sul com a Jordânia, e prometeram ir em frente até controlar a importante rota de trânsito.

Reuters

05 de abril de 2013 | 15h33

Combatentes do Exército Livre Sírio disseram ter capturado o posto Um al-Mayathen, na principal rodovia que liga Damasco à Jordânia, em combates pesados durante a noite que puseram fim a um cerco de mais de uma semana. Dezenas morreram nos confrontos, eles acrescentaram.

"(A guarnição militar) é uma importante defesa, e agora vamos cercar o cruzamento da fronteira e cortar suas linhas de fornecimento (do governo de Damasco)", disse à Reuters, por telefone, Abu Omar, comandante dos Leões da Brigada Sunna.

O posto do Exército fica a vários quilômetros do cruzamento de fronteira Nassib, da Síria, que antes da irrupção da guerra civil síria, que já dura dois anos, afunilava bilhões de dólares de comércio entre os países do Golfo, Turquia e Europa.

As restrições sobre a mídia independente e grupos humanitários estrangeiros na Síria dificultam verificar relatos do governo e de rebeldes sobre a luta.

(Reportagem de Suleiman Al-Khalidi)

Tudo o que sabemos sobre:
SIRIAPOSTOREBELDES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.